Campanha “Natal sem Fome” distribui 150 cestas em Maricá em colaboração com a Cooperar

Campanha Nacional organizada pelo MST e organizações do Campo Popular aconteceu entre os dias 10 de dezembro e 6 de janeiro

Iranilde de Oliveira Silva/ Camila Santos/ Leonardo Schafer/ Luciana Schafer

Equipe Cooperar e o MST na entrega das cestas do Natal Sem Fome em Dezembro 2021. Foto: Arquivos Cooperar

Desde o início da Pandemia no Brasil em 2020 a crise econômica se agravou, e no contexto o debate da fome se torna mais forte com o retorno do Brasil ao mapa da fome. E com as medidas sanitárias de isolamento e distanciamento social muitas questões estruturais e sociais  ficaram mais evidentes. 

E a fome era tão visível nas periferias, fato que impulsionou ações de solidariedade por diversas organizações sociais. E o MST que está organizado em 24 estados colocou como ação principal o combate aos vírus, e a fome um deles. 

O MST doou mais de 6 mil toneladas de alimentos e 1.150.000 marmitas para pessoas e famílias inteiras em situação de fome e insegurança alimentar em todas as grandes regiões do país (mst.org.br), para o movimento social a solidariedade é princípio, pois compartilham os frutos colhidos através da luta pela terra.

Natal com alimentos da Reforma Agrária Popular

Com a aproximação do final de ano, as condições  socioeconômicas das trabalhadoras e dos trabalhadores continuam se agravando nas periferias das cidades em todo Brasil.

E então MST articulado com outras organizações sociais,  com as doações individuais que fortaleceram a ação de solidariedade, a Campanha Natal Sem Fome, chega a 24 estados  entregando alimentos com grande diversidade oriundos da Reforma Agrária Popular para famílias em situação de vulnerabilidade social em comunidades e em bairros da periferia das cidades de todo o país. 

No total, o Movimento entregou 2.000 cestas no estado do  Rio de Janeiro com objetivo de fortalecer os laços entre o campo e cidade, e com as comunidades onde a crise sanitária e financeira chegou mais forte.

Natal Sem Fome em Maricá

Em Maricá a campanha chegou em colaboração com a Cooperativa de Trabalho em Assessoria a Empresas Sociais em Assentamentos de Reforma Agrária (COOPERAR), que atua com instituições de interesse social e as aldeias indígenas com entrega de alimentos frescos in natura, produzidos nas unidades de produção agroecológicas, vinculadas ao Termo de Colaboração Técnica 0018/2020 celebrado entre a cooperativa e a prefeitura de maricá, via SECAPP.  A colaboração da Cooperar se deu pela indicação de instituições já atendidas e outras que não estão enquadradas no escopo do contrato. 

Desta forma foram entregues 150 cestas distribuídas entre as organizações: o Movimento democrático afrodescendente pela igualdade e equidade social (MOVIDADE), duas aldeias indígenas, Mata Verde Bonita (Tekoa Ka’aguy Hovy Porã) e Sítio do Céu (Pevaé Porã Tekoa Ará Hovy Py), e a Cozinha Solidária, além de comunidade  localizada no Km 22  do bairro São José de Imbassaí. 

As cestas eram compostas por 5Kg de arroz,  2kg de feijão, 500g de café, 1 carne de sol, 1 kg de farinha e 1 suco de uva, todos produzidos pelas cooperativas organizadas pelo MST. E neste Natal com crise econômica muitas famílias tiveram acesso a alimentos saudáveis, além de garantir uma Ceia de Natal para o momento de confraternização das famílias. 

Campanha Nacional Natal Sem Fome

O Natal Sem Fome foi formado pelo MST em conjunto com diversos movimentos, organizações e entidades que praticam o enfrentamento contra a fome e a insegurança alimentar. Além disso, as ações de ponta a ponta no país contam com o apoio do conjunto da sociedade e para saber mais detalhes de como a campanha percorreu todo território nacional  foram mais de mil toneladas de alimentos saudáveis a comunidades em situação de vulnerabilidade social, acesse aqui.

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.