COOPERAR promoveu curso de Capacitação em Agroecologia na modalidade EaD

Diante dos desafios causados pela pandemia a Cooperar encontra no ensino online e a distância (EaD), uma possibilidade de alcançar as famílias de Maricá levando conhecimentos sobre agroecologia e aproximando pessoas.

Josimara Ferreira Teodoro

Imagem 1: Curso de Capacitação em Agroecologia EaD, atividade virtual (arquivo Cooperar)

Você já parou para pensar de onde vem seu alimento? E que tal pensar em produzir de forma saudável, sem agrotóxicos, fazendo o bem para você, sua família e todo o meio ambiente? Essas são uma das reflexões apontadas pelo curso de Capacitação em Agroecologia realizado pela COOPERAR em parceria com a SECAPP (Termo de Colaboração 018/2020), em dezembro e janeiro (2020/2021).

Diante dos desafios apresentados durante a pandemia surge também a necessidade de readequação das metas de ações pedagógicas e processos formativos realizados em Maricá, pela cooperativa, por meio de oficinas e minicursos presenciais e pelas trocas de experiências vivenciada nos intercâmbios de saberes. As experiências online tornam-se então um caminho possível de pensar e fazer educação em momentos de distanciamento social, aproximar e conectar pessoas do município que carregam um interesse em comum: a agroecologia.

“Comida de verdade, no campo e na cidade”. A Agroecologia pode ser compreendida como um conjunto de práticas ecológicas e sociais para um modelo de vida sustentável, que dialoga e interage com a natureza e que apresenta benefícios de curto e longo prazo para toda uma sociedade e para a vida no planeta. E seus benefícios alcançam âmbitos da saúde social, segurança alimentar, economia e preservação do meio ambiente.

Os objetivos com essa capacitação, ainda que de base introdutória, apontou caminhos possíveis para gerar economia e promover melhoria na qualidade de vida no que diz respeito ao acesso à alimentos saudáveis, fortalecendo a agricultura familiar ecológica e sustentável. Gerar autonomia e empoderamento não só para quem já lida com agricultura de alguma forma e quer aprender novos caminhos, mas também para quem quer aprender e começar do zero a produzir, cultivar e até comercializar e ter uma renda por meio de uma produção agroecológica, ou seja, uma produção mais consciente, sem agrotóxicos e sem veneno, produzindo alimento de verdade seja no campo ou na cidade.

Para a readequação das metas e realização dos espaços de capacitação, os encontros foram realizados de forma online e gratuita por meio da Plataforma Varal, o curso de Capacitação em Agroecologia EaD teve a duração de 40h totais divididos em 5 módulos de 8h/aula cada e encontros virtuais com a duração de 2h, 4 vezes na semana. Ao todo foram capacitadas em torno de 200 pessoas durante o período online. O curso contou ainda com a distribuição de 100 kits de incentivo e apoio pedagógico para participantes, contendo sacola ecológica, cartilha produzida especialmente para o curso pela coordenação em parceria com as/os facilitadoras/es, 3 livros sobre agroecologia de Ana Maria Primavesi, 2kg de adubo orgânico organossolo, caderno e caneta para o acompanhamento do curso, e um alimento agroecológico proveniente da reforma agrária.

Imagem 2 : Kit de incentivo e apoio pedagógico

As temáticas escolhidas para as capacitações seguiram a base conceitual da produção e cultivo agroecológicos, sendo elas: Oficina de compostos orgânicos e de biofertilizantes – falando sobre como reaproveitar os resíduos orgânicos (“lixo”) para a transformação de um ótimo nutriente para a terra; Construção de hortas orgânicas na perspectiva urbana e periurbana – trazendo todas as possibilidades e o passo a passo para fazer uma horta, seja em casa com quintal, terreiro, ou mesmo em varandas de apartamentos!; Produção de mudas e sementes agroecológicas – contribuindo para uma produção saudável, livre de transgênicos e agrotóxicos; Saúde dos cultivos, plantas medicinais e fitoterapia – possibilitando a troca de saberes sobre como as plantas podem contribuir para a saúde de outras plantas em uma horta, além de ajudar a cuidar da nossa; e o quinto módulo em Formação básica em português, matemática operacional, conceitos de logística e finanças, visando estruturar um plano de viabilidade – após aprender sobre o processo de produção agroecológica, este módulo buscou promover o aprendizado ao planejamento financeiro e como comercializar os produtos.

O curso teve uma resposta muito positiva diante da população participante e teve como principal fruto a criação e fortalecimento da Rede Agroecológica de Maricá, movimento crescente e ativo até os dias de hoje, fortalecendo as famílias produtoras e gerando laços afetivos por meio das atividades de trocas de saberes, mudas e sementes que acontecem periodicamente com todos os cuidados necessários diante da pandemia.

O curso está disponível para o acesso livre e gratuito aqui no site da Cooperar. Para ver e baixar o conteúdo (videoaulas e material didático) acesse : https://cooperar.org.br/projeto-marica/cursoagroecologia/

Para acompanhar as novidades acesse o site ou nos siga no Instagram @agroecologia_marica

Deixar uma resposta